Assembleia avalia Reforma da Previdência como grande desafio da atual conjuntura

O cenário que se desenha para o serviço público, em especial o ensino superior, nos próximos anos foi um dos principais temas da assembleia docente na última terça-feira, 27/11.

Uma semana antes de ser preso, o governador Pezão anunciou um Projeto de Lei que visa a transformar o Rioprevidência em um Fundo de Pensão strictu sensu. Com esse projeto, "nossas aposentadorias deixariam de ser uma estrutura solidária entre as gerações de funcionários públicos e passariam a ter as mesmas premissas de um fundo privado. Hoje, este é o principal programa das classes dirigentes. sobretudo dos bancos. Estão de olho em um mercado de trilhões", destacou o diretor da Asduerj, Guilherme Abelha.

 

Para o professor Rodrigo Reis, também diretor da Asduerj, a proposta que está sendo ventilada pelo governo do estado e pelo futuro ministro da Economia é o modelo adotado no Chile. "A crise de 2008, produzida pelos bancos, criou ativos podres que podem ser, agora, lastreados com o nosso trabalho. O volume de recursos suficientes para isso está na previdência pública." analisou.

A diretoria da Asduerj anunciou a produção de um material didático sobre a Reforma da Previdência, com o objetivo de estabelecer diálogo com a população. Presente à assembleia, a professora Cleier Marconsin propôs também a criação de uma coluna de debates sobre aspectos da conjuntura, aberta à colaboração dos docentes, na nova página da Asduerj na Internet.